O LADRAR DO MERDOCK

Clicar na imagem de Algarve Ontem
(em cima)


Não se assustem com o ladrar do Merdock.
Ele só embirra com polícias, guardas fiscais,
guardas republicanos e outras fardas!...



terça-feira, 28 de junho de 2011

GILLETTE

Nos tempos do Merdock, ainda não tinham chegado a Portugal
as máquinas elétricas de fazer a barba.
Os barbeiros usavam a navalha.
Em casa, apenas alguns dos puritas a utilizavam. 
O que reinava era a lâmina de barbear,
que mantinha as nossas caras
como as meninas apreciavam: 
suaves como pétalas de rosa!
Enviar um comentário
Merdock era um cão singular
e deu origem, em Faro,
a uma extraordinária
manifestação de solidariedade
que culminou na sua libertação.
Aqui se relembram
os factos e as personagens
envolvidas.
Veja também o meu blog de poesia