O LADRAR DO MERDOCK

Clicar na imagem de Algarve Ontem
(em cima)


Não se assustem com o ladrar do Merdock.
Ele só embirra com polícias, guardas fiscais,
guardas republicanos e outras fardas!...



segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

ANIVERSÁRIO

..
Passou ontem, Domingo, 17 de Fevereiro, o 54º aniversário da libertação do Merdock.
O Vidal não quis deixar de comemorar o acontecimento. Deslocou-se, de propósito, desde Lisboa, a Lagos, para depositar um ramo de flores junto à estátua do Merdock que tem no seu quintal. Infelizmente, por questões inadiáveis, eu não pude estar presente.
Já de Lisboa me enviou o testemunho dessa homenagem: uma fotografia.
Curiosamente, as flores, lírios rústicos, tinham sido enviadas pelo outono-desconhecido, que as receberam da aldeia onde está o sino!
E acontece também que, ontem, tive o grato prazer de conhecer a filha do Drº Fortes, professor de Ginástica dos tempos do Merdock, e que foi um dos contribuintes da subscrição que, faz hoje 54 anos, foi feita para obter o dinheiro necessário para libertar o cachorro. Foi com emoção que ouvi da boca da senhora, lembrar este facto, com orgulho.
Disse-me que pai lhe contara a história, mas não leu ainda o livro, que me pediu.
Fique descansada, ele já vai a caminho!
Enviar um comentário
Merdock era um cão singular
e deu origem, em Faro,
a uma extraordinária
manifestação de solidariedade
que culminou na sua libertação.
Aqui se relembram
os factos e as personagens
envolvidas.
Veja também o meu blog de poesia